pexels-vojtech-okenka-392018

CTA: uma técnica de conversão

Quem trabalha com marketing digital sabe o quanto o uso de CTA é importante para levar os visitantes para as páginas de conversão e, consequentemente, fazê-los realizar ações que geram resultados para os negócios.

Entender o conceito de CTA, como funciona e os benefícios que esta técnica pode agregar ao marketing é importante para que os empreendedores possam utilizá-la com eficiência.

O que é CTA?

CTA é a sigla para Call to Action, em português “chamada de ação”. Basicamente, consiste em botões ou chamadas com elementos textuais e/ou visuais que levam o visitante a realizar uma ação, sendo redirecionado para uma página ou a partir do e-mail.

O CTA é uma ferramenta essencial no marketing digital e visa promover as ofertas e gerar leads (potenciais clientes). 

Por isso, conhecer os modelos e saber escolher a CTA correta faz toda a diferença no sucesso da empresa e resultado obtido em cada ação.

Um detalhe importante que os empreendedores devem ter em mente é que a chamada de ação deve levar o visitante para a próxima etapa no funil de vendas.

Vender mais e gerar leads são resultados que dependem muito do seu público-alvo, por isso é essencial conhecer o perfil do seu público.

Onde utilizar o Call to Action?

Existem diversas ferramentas e recursos de divulgação disponíveis na web e que podem ter a aplicação do CTA para tornar as estratégias mais efetivas, levando o usuário ao próximo estágio de forma mais direta. São alguns exemplos de formatos:

  • E-mail marketing;
  • Materiais específicos (como posts blogs e e-books, conforme estágio do funil);
  • Vídeos e anúncios;
  • Posts em blogs e redes sociais;
  • Páginas e home do site.

Em cada um desses canais é preciso considerar quais as ações de maior destaque da empresa e qual o objetivo que se pretende alcançar com cada CTA. 

Por exemplo, caso a marca esteja programando um webinar sobre produção de conteúdo, o CTA pode direcionar a matrícula e ser apresentado na home do blog, newsletter e em páginas que abordam esse tema, tendo em vista que são usuários que já demonstraram interesse nesse assunto e que tem mais predisposição a converter.

Tipos de CTA

O call to action pode ter variações conforme as páginas e objetivos. Ou seja, podem ser tipos que apresentam links de compras, navegação e formulários de inscrição que podem ser classificados da seguinte forma:

CTA primário

É aquele que recorre para a funcionalidade da página. 

Vamos supor que uma pessoa deseja comprar um computador no e-commerce (loja virtual). As páginas referentes ao computador precisam ter a função de ajudar nas vendas, direcionando para a página de compra.

Por isso um botão acionável pode ser implementado. O botão de adicionar/comprar na página é considerado um CTA primário.

CTA secundário

Ainda considerando a venda do computador, a empresa pode oferecer produtos e equipamentos complementares para o item, pensando em pontos e produtos estratégicos para complementar a experiência e conversão.

Nesse caso, demonstrar os itens sugeridos e implementar um botão de incluir no carrinho na página é interessante, atuando como um foco secundário e que pode ser considerado uma CTA.

Como montar um CTA?

Com tantas possibilidades no marketing digital, algumas pessoas podem ficar com dúvidas sobre como criar um CTA de sucesso.

Com dicas simples, é possível desenvolver essa estratégia e ter ganhos interessantes.

No momento de criar a CTA é importante:

  • Entender a relevância do posicionamento e conversão;
  • Considerar o layout da página;
  • Pensar no melhor ponto para inserir o botão/banner;
  • Pensar em boas cores para os botões;
  • Desenvolver conteúdos específicos;
  • Saber o que os usuários desejam.

Como utilizar o CTA?

Há muitas formas de aplicar o call to action nos negócios, mas é importante considerar os estágios do funil de marketing, os conteúdos que serão utilizados na estratégia e a persona que a empresa deseja atingir.

Essas informações são importantes pois ajudam a direcionar a mensagem do botão e suas características.

Além disso, desenvolver uma boa CTA permite ter mais assinantes na newsletter, conduz os visitantes para a landing page e gera tráfego efetivo para as páginas e posts, convertendo os usuários com mais qualidade.

Nesse sentido, alguns exemplos de call to action que geram resultados são:

  1. É possível utilizar a frase “acesse o site para saber mais informações” em canais como o e-mail;
  1. Na home dos sites e nas landing pages pode-se recorrer a chamadas como “inscreva-se” e “matricule-se já” em casos de newsletter e divulgação de cursos;
  1. Em páginas de site e na newsletter a frase “assine já” tende trazer bons resultados;
  1. Nas redes sociais um CTA que funciona muito consiste na frase “curta e compartilhe”;
  1. Nos anúncios, frases como: “aproveite os descontos” e “compre agora” são efetivos e podem atuar como gatilhos.

Contudo, é preciso ter atenção ao aliar CTAs com gatilhos, de modo que sejam efetivos e verdadeiros.

Já para as situações em que a pessoa quer fazer a compra, mas o produto não está disponível em estoque, o CTA “quero ser avisado” orienta o interesse e permite que o cliente entre em uma lista de espera, recebendo informações que ajudam a saber quando comprar a mercadoria.

Cabe ressaltar, ainda, que esses não são os únicos modelos de CTA, visto que podem ser usados para direcionar o cliente de um e-mail para uma página de informações de produtos ou compras, bem como é possível disponibilizar banners que possibilitem o download de materiais mais densos ou a inscrição em eventos específicos.

Dicas para criar CTA’s de sucesso

Para estimular ações dos usuários e ter muitos cliques e conversões é necessário ter atenção a alguns fatores, como:

  • Criar a sensação de urgência;
  • Utilizar verbos no imperativo;
  • Mostrar valores e apresentar descontos;
  • Colocar setas e elementos que ajudam a indicar a parte mais importante;
  • Posicionar o texto de modo que facilite a visualização dos usuários;
  • Verificar se os links direcionam para as páginas corretas.

Saber o que deve ser feito para ter sucesso com a call to action é importante, mas entender o que não pode ser feito é outro ponto fundamental para o sucesso. 

Sendo assim, é importante evitar cores muito parecidas ou apagadas, páginas pesadas e títulos incoerentes e nada atrativos.

Também é crucial ter um cuidado especial com o design responsivo ao mobile e eliminar informações que deixem as páginas muito poluídas, visto que podem impactar nos resultados da CTA.

Portanto, o uso de CTA nas estratégias de marketing possibilitam boa segmentação, aumentando consideravelmente as taxas de conversão, vendas e lucratividade dos negócios.

Sua empresa precisa de um site?

Posts relacionados:

O que é a hospedagem para sites e como escolher a sua

O que é um site institucional e como criar o seu

5 dicas de Marketing para restaurante

Compartilhe este conteúdo:

Solicite um

orçamento

Get in
    touch